Alain Raymond

O reformador

1965

Alain Raymond é nomeado co-gerente, juntamente com o seu pai Albert-Victor Raymond

1970

Novas patentes

Novos produtos injetados em plástico para a indústria automóvel e têxtil. Chegada das máquinas automáticas para a aplicação de botões de pressão, ilhós e rebites.  Início da diversificação, com uma gama de fixações para a construção civil e os estaleiros.

1972

A dimensão internacional

O desenvolvimento da sociedade no mercado automóvel levou à sua internacionalização. Instala-se em Espanha, onde a RENAULT cria uma unidade de montagem, depois em Itália para estar próxima da FIAT, em 1980.

1975

Jean-Charles Camenisch

Jean-Charles Camenisch sucede a Jean Perrochat na direção da A.Raymond na Alemanha

1979

Gabriel Geeraert, Alain Raymond e Jean-Charles Camenisch

Em 1979 falece Albert-Victor Raymond. Gabriel Geeraert é nomeado co-gerente. Em 1980, a fábrica alemã adquire a sua autonomia, tornando-se na sociedade A.Raymond GmbH & Co. KG. Em 1985, Jean-Charles Camenisch é nomeado o terceiro gerente do grupo A.Raymond.

1985

A.Raymond SARL (França) acrescenta à grande distribuição com a sua filial RAYFIX

1986

O botão de pressão festeja os seus 100 anos

O grupo A.Raymond tornou-se no líder europeu da fixação por clipagem, inovando constantemente e adaptando-se às evoluções dos mercados. Os produtos "clássicos" que lançaram a ARaymond™ ainda representam 10 % da atividade global.

1987

Antoine Raymond

O filho mais velho de Alain Raymond entra na empresa familiar: integra a direção comercial na Alemanha e, mais tarde, a direção de marketing na França.

1989

Nova competência: a conexão de fluidos

Ciente do seu domínio na área da injeção plástica, o grupo A.Raymond lança uma primeira geração de ligações para os circuitos de combustíveis para automóveis.

1990

Albert Raymond

É a vez do segundo filho de Alain Raymond, engenheiro, se juntar à empresa familiar. É nomeado Responsável do Gabinete de Estudos de Ligações, tendo a seu cargo a concepção e industrialização das ligações de baixa e alta pressão.

1992

Pascal Destremau

Nomeado co-gerente, juntamente com Alain Raymond e Antoine Raymond, assume a parte financeira e industrial do grupo. Nesse momento, a indústria automotiva representa 85% da atividade.

1995

Os acessórios de moda

A atividade histórica deve enfrentar a mundialização, mas as grandes marcas francesas da moda confiam na ARaymond™.

1995

A paixão pela fixação

São desenvolvidas soluções inovadoras de montagem e conexão para a indústria automotiva: as fixações anti-ruído (AR-Bag®), os esguichos limpa-vidros, as ligações de alta pressão…

1999

O fim de uma época

A mundialização e realocação da produção têxtil marcam o fim do botão de pressão e de um ciclo econômico. A interrupção desta atividade histórica é difícil para os dirigentes e assalariados, mas não provocará nenhuma demissão: o pessoal será reorientado para outros serviços da empresa. O grupo emprega agora 2200 pessoas.

Aposentadoria de Alain Raymond.

1999

Antoine Raymond

O mobilizador
Coloca o humano no centro da empresa. Com Antoine Raymond, a Rede ARaymond entra na era da colaboração multicultural e partilha de conhecimentos. Sempre a serviço do cliente.