Albert-Pierre Raymond

O fundador, inventor do botão de pressão

1865

Ato fundador da Maison RAYMOND, ALLEGRE & GUTTIN

Grenoble, capital mundial da luvaria. Albert-Pierre Raymond, jovem mecânico de 24 anos, Hippolyte-Benoît Allègre, escultor e Alexandre Guttin, dourador associam-se para explorar a primeira patente de um colchete para luvas. 

1868

A marca de fabricação RG

Partida de Hippolyte-Benoît Allègre. Os dois sócios Raymond & Guttin registram a marca de fábrica RG, ainda em vigor nos produtos ARaymond™.

1872

Invenção do colchete em hélice para sapatos de cordão

Primeiro sucesso de Raymond e Guttin!

1875

A empresa instala-se em 113 Cours Berriat,
na cidade de Grenoble

Em 1889, com a sua fortuna feita, Albert-Pierre Raymond mandaria aí construir a sua residência familiar, ao estilo Art Nouveau (sede do grupo A.Raymond, 100 anos mais tarde) e depois uma réplica para o seu filho Achille, ao estilo Art Déco.

1879

A empresa torna-se uma SCS
(Sociedade em Comandita Simples)

O estatuto jurídico de co-empresários é escolhido por Raymond e Guttin, para proteger e perpetuar a empresa. Ainda em vigor em 2015, é o testemunho da ligação da família Raymond ao empreendedorismo.

1886

Invenção do botão de pressão

Os luveiros procuram um sistema mais prático que o botão de costura e a botoeira ("casa"), mas que conserve, ao mesmo tempo, o aspecto de um botão tradicional. Albert-Pierre Raymond inventa o "novo botão-fecho com mola" ou "botão de pressão". Foi um sucesso imediato e a nível mundial. 

1890

Nascimento da Fábrica A.Raymond

Alexandre Guttin cede as suas ações a Albert-Pierre Raymond. Esta cessão marca o nascimento da Fábrica A.Raymond, uma empresa doravante familiar.

É o início de uma linhagem de herdeiros que serão todos empresários e cujos nomes começam todos pela letra A! 

1898

Criação da filial alemã em Lörrach, em Pays de Bade

Para proteger os direitos intelectuais das patentes que abrangem a invenção do botão de pressão, Achille Raymond é encarregado da implantação da empresa na Alemanha, com um colaborador próximo, Louis Molinard que dirige a empresa alemã até 1914.  

1900

A entrada no século XX é marcada pelo sucesso

Grande Prêmio de Paris na Exposição Universal de 1900 para os "figurinos" dos botões de pressão corozo.

1903

Invenção do torniquete com mola

Primeiros passos na indústria automóvel, com os fechos para a carroçaria e selaria, e sobretudo a invenção do torniquete, a segunda invenção a atingir o sucesso mundial.

1913

Falecimento de Albert-Pierre Raymond

O homem e empresário foram unanimemente saudados. Nessa altura, a empresa conta já com 400 funcionários em Grenoble e 50 em Lörrach.

1914

Achille Raymond

O capitão da indústria
As guerras, as crises econômicas e sociais, de nada foi poupado. Para proteger a empresa decide diversificar a produção, abrindo-a a novos mercados: a indústria têxtil e automóvel…